Pular para o conteúdo principal

Mais curiosidades sobre Hong Kong

Depois de um bom tempo sem voltar pra casa, acabamos de voltar de uma viagem de três semanas para o Brasil! Foi muito bom poder descansar bastante e ter uma viagem tranquila e sem correria. Mais ou menos, porque durante minha estadia em São Paulo, eu passei uma boa parte do tempo resolvendo problema em bancos. Eita burocracia do capeta que ainda existe no Brasil! 

Isso me deixou pensando sobre algumas diferenças entre o Brasil e Hong Kong. Eu já estou aqui há tanto tempo, que eu nem paro mais para observar as diferenças e curiosidades entre os dois países. Nas últimas semanas eu fui preparando um listinha a partir de pequenas observações do dia a dia, sobre coisas que aqui em Hong Kong são tão normais, mas que causam estranheza para os brasileiros, e vice-versa.

Bancos:

Infelizmente nós brasileiros já estamos acostumados com a tensão que é ir no banco: portas giratórias, detectores de metal, ter que tirar tudo da sua bolsa/mochila até finalmente entrar banco!

Em Hong Kong é outro mundo! Como a cidade é muito segura, é possível entrar no banco de boa, sem ter que se preocupar com itens de metal e etc. Por outro lado, fila existe em todo lugar, isso realmente não dá pra evitar, hehe.

Os caixas automáticos daqui também são mais desprotegidos, sendo possível sacar dinheiro a qualquer hora do dia ou da noite, sem precisar de senhas extras ou ter que passar o cartão na porta (blindada) do banco para poder entrar. A tranquilidade é tanta, que é super normal você estar usando o caixa eletrônico e ter uma pessoa colada atrás de você na fila, mesmo se você estiver naquelas cabines menores. No começo dava uma aflição ter alguém logo atrás de mim! Na minha cabeça a pessoa estava, obviamente, tentando espiar meu saldo e descobrir minha senha. Mas não, isso é só o jeito das coisas aqui, onde as pessoas não vêem muita necessidade em 'preservar sua privacidade' enquanto vc saca o seu suado dinheiro.

Nas nuvens:

Hong Kong é o lugar do mundo com mais arranha-ceús. Sendo assim, não é a toa que a vida não acontece no térreo.  É muito normal que lojas e restaurantes estejam localizados no terceiro andar pra cima dos prédios. Em áreas mais comerciais, existem prédios inteiros de 10 ou 12 andares apenas com restaurantes.

E fica a cargo do restaurantes fazer propaganda, distribuir panfletos na rua e outras estratégias para atrair clientes. Ou o contrário, as vezes mesmo restaurantes pequenos em lugares super simples podem ter uma fila imensa do lado de fora e fica até dificil pegar o elevador. Em Hong Kong o bom e velho boca a boca ainda é uma ótima estratégia de marketing!

Supermercado:

Eu já falei aqui muitas vezes sobre as comidas exóticas que os chineses tanto apreciam (e eu nem tanto assim). E não só isso, os supermercados brasileiros são um luxo perto dos supermercados de Hong Kong: grandes, com corredores amplos, muitas frutas, padaria, açougue... em Hong Kong os supermercados são minúsculos, com corredores apertados e pouquíssima variedade de frutas e carnes.

Pra mostrar, eu tirei fotos dos detaques do supermercado daqui:

Prateleiras e mais prateleiras de.... miojo! Não só os chineses, mas os asiáticos todos são chegados em um miojo/cup noodles. Tem de todos os estilos e sabores (menos galinha caipira, que é algo que definitivamente não existe aqui).

A seção de miojo só perde para a de molho de soja, o famoso shoyu. Quem no Brasil imaginaria que existem tantos tipos diferentes desse molho tipicamente chinês? Tem a versão premium, a versão gold, a versão diamante, sem sódio, com sódio e vários outros. Pra mim, todos tem o mesmo gosto!

Outra figurinha carimbada dos supermercados aqui é a cabeça de peixe. No caso da foto, de salmão. Nos restaurantes rola até uma disputa pra ver quem fica com a cabeça do peixe - dizem que as bochechas e os olhos são as partes mais gostosas...

Enquanto no Brasil os supermercados vendem frios, queijos, salgadinhos e até lanches rápidos para os consumidores levarem pra casa, em Hong Kong o 'lanche' são pés de galinha desossados.

Pra fechar com chave de ouro, outra iguaria que definitivamente você não encontra com tanta facilidade assim no Brasil: intestinos, prontos pra comer! Só não me pergunte se é de porco ou de vaca, haha!

E aí estão algumas pequenas curiosidades do dia a dia daqui de Hong Kong. :)

Quem já veio pra cá: o que te chocou mais?
Escreva nos comentários e pode virar tema do meu próximo post!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Negócios na América Latina / Doing Business in Latin America

Como somos umas das poucas empresas especializadas em negócios com a América Latina em Hong Kong, é normal que meus chefes sejam convidados para dar palestras e participar de eventos de instituições do governo, consulados, etc. Essa semana o chefão, Mr. Wong, foi convidado para apresentar um breve discurso sobre cultura de negócios na América Latina.
Mas claro que dessa vez sobrou pra mim e eu fui a selecionada para preparar o discurso! O que é extremamente cansativo, uma carga extra para todo o trabalho que eu já tenho normalmente. Apesar disso, eu gosto de escrever os discursos. Pelo menos é uma chance de me atualizar sobre assuntos realmente importantes e eu posso escrever 'maomeno' o meu ponto de vista.
Naquelas, já que o chefe faz várias alterações. De qualquer maneira, hoje resolvi postar o discurso que eu escrevi. A versão apresentada pelo Mr. Wong não é a mesma abaixo, eu tentei fazer com que essa versão voltasse a ter o "meu estilo" para poder colocar aqui …

Viver em Hong Kong - O guia!

Estou de volta!
Aliás, nunca abandonei este meu belo blog, mas vários motivos de força maior me impediram de escrever nos últimos 6 meses, incluíndo preguiça e outras coisas mais importantes, como formatura, viagens, e até uma mudança de emprego! Mas sempre estive aqui, na boa e velha Hong Kong...
Nesses meses recebi vários emails de brasileiros que tem interesse de morar em Hong Kong e saber mais sobre a vida aqui. Para unir o útil ao agradável, resolvi dar uma ajuda e reunir algumas informações bem úteis para quem está interessado em vir passar uma(s) temporada(s) aqui.
Regra número 1 - Hong Kong não é China!
Eu já falei isso várias vezes aqui no blog, mas viver em HK é totalmente diferente de morar na China. Um exemplo: brasileiros podem vir pra HK a turismo sem precisar de visto e ficar aqui até 90 dias. Já para a China, brasileiros precisam sim de visto! Me empolguei e até fiz uma tabela com as diferenças mais marcantes entre HK e China:
Hong KongChinaPreciso de visto?NãoSimIdio…

Top 10: comida de rua de Hong Kong

Se tem uma coisa que o povo aqui de Hong Kong adora é comer fora! Porém, com um estilo de vida tão atarefado, familias normalmente pequenas e apartamentos ainda menores, poucas pessoas tem tempo e disposição para cozinhar em casa. Além disso, Hong Kong oferece uma variedade enorme de opções gastronômicas para todos os gostos e bolsos, então normalmente é bem fácil encontrar restaurantes para matar a fome depois de um longo dia de trabalho.
Mas quando você quer comer algo rápido, o que você faz? Vai na padoca, pede um pão de queijo com pingado e segue com sua vida? A resposta (obviamente) é não. Mas quando falamos de lanches e comida de rua, Hong Kong oferece uma infinidade de opções que vale a pena provar! Algumas comidinhas são apenas para os mais corajosos, como vocês vão ver na lista abaixo, mas HK tem coisas deliciosas que já fazem parte do meu cardápio, haha!


Como curiosidade, listo abaixo 10 comidas de rua super interessantes de Hong Kong (em ordem aleatória). Importante mencio…